Páginas

sábado, 19 de novembro de 2011

O vazio dos dias cheios.

       Começando o texto com um parágrafo, separando, dando especial ênfase ao momento, solidez ao fato de que muitos lerão as linhas adiante, respeito ao semelhante... Aliás, esse respeito por tantos desprezado ou esquecido talvez;  há importância em gerar a paz, sim gerar a pacificidade dos costumes, dos momentos, da vida em geral, esquadrejar, aprumar, nivelar as palavras que são grandes espadas quando mau utilizadas, e as ações? Estas nem se fala, são como bombas nucleares, dispositivos que destroem vidas e gerações inteiras, pelos exemplos que inspiram e levam sempre, e infelizmente sempre, os mais jovens a lidar de forma errada com a realidade simples que é viver!
       Mutilados pelas ideologias tortas, pelos "mestres" da sabedoria oculta, ou melhor, ocultadas pelos falsos senhores da verdade, ou talvez ilustrando melhor, pelos senhores donos de suas verdades absolutas, vendidas por centenas de anos com milhares de pessoas "embarcando" nas naus salvadoras de almas e corpos... Sonhos de uma vida melhor, de uma morte distante, enfim discurssões e discurssões que levarão a lugar algum se descritas ou escritas neste espaço de midia que foi feito para pequenos textos.
       Enfim nestas incurssões pela busca à verdade descobrir que a maior verdade é singela como a agricultura: Só colhemos o que plantamos, e se cuidarmos bem da plantação os frutos serão maravilhosamente belos, deliciosos e saudaveis!
                                                 Bom fim de semana a todos!
     

2 comentários:

Geni (Maria Eugenia) disse...

Si a lo largo de nuestra vida tratamos de sembrar cariño, nuestra cosecha sera fructífera, pero si por el contrario odio y maldades es lo que sembramos, eso es lo que recogeremos.
Un besito querido amigo.

Marcos Valerio disse...

Traduzindo a Maria Eugênia:
Se toda a nossa vida procuramos semear o amor, a nossa colheita será fértil, mas se o ódio e o mal é o que semeamos, é o que nós coletamos.
Um beijo querido amigo.

Do blog: Obrigada Geni pelo carinho
um beijo para ti também!

Diretas sempre

Tratando da natureza!

Tratando da natureza!