Páginas

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Som13 aposta em simplicidade e catálogo brasileiro para streaming musical

Serviço online gratuito para ouvir músicas e criar listas de execução em streaming. Se você viveu 2008 online, a relação é praticamente imediata: Blip.FM. Errado. O Som13 é um projeto nacional que se aproveita da trilha aberta (de maneira surpreendente, diga-se de passagem) pelo Blip.FM em 2008.Elaborado no final de 2008 após Enrico Osório Fábio Tirapelli, seu fundador, ver o disco rígido com todas suas músicas queimar, o serviço aposta em uma interface simples, claramente "inspirada" no Windows Media Player, da Microsoft, e sem o viés social do suposto rival norte-americano.O máximo de social que o site deve ganhar durante o ano é um fórum onde o usuário poderá pedir canções ainda não disponíveis no serviço, caso não consiga, ele mesmo, publicar o arquivo que deseja para que possa ouvir em outros computadores.Além das músicas dos usuários, o Som13 usa vídeos do YouTube, em referência direta a outro suposto rival internacional: o Songza. O uso de canções protegidas por direitos autorais já era previsto por Enrico Osório, CEO do serviço, que afirma já estar em negociações com o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD).A possibilidade de ouvir sem cadastro ou de integrar canções em blogs e redes sociais mostram uma aposta do Som13 em popularidade. Eles vão precisar - se realmente quiserem pagar as taxas de direitos autorais com publicidades variadas, é obrigatório atrair a massa para seus domínios.Em música brasileira, o Som13 já tem um catálogo razoavelmente consistente - da fase pré-romântica de Roberto Carlos às primeiras gravações de Paulinho da Viola passando por sambas de Jovelina Pérola Negra ou o peso do Sepultura no seu ápice nos anos 90, fãs de bandas nacionais encontrarão material suficiente para algumas horas de audição.Se você quer música internacional, dê um pulo no Blip.FM: em menos cliques, você terá mais chances de encontrar o que procura, principalmente se a canção em questão não tocar nas rádios. Ainda assim, o Som13, seja pela variedade brasileira ou por sua simplicidade, mostra um belo potencial de crescimento. Publicado por Guilherme Felitti

6 comentários:

Tecnenfermaginando disse...

oi, colega!
deixei um comentário lá na último post do Hyde...
não sei
acho q vai gostar!!

...

ah...
parece legal o site aí em questão... mas seu concorrente...
ih...

boa noite:)

Marcos Valerio disse...

Gostei e fiz uma replica ao seu comentário, e bom dia!

Tecnenfermaginando disse...

trabalhando?

Hyde disse...

Bom dia!

Marcos Valerio disse...

Bom dia companheiro(a) Hide!

Marcos Valerio disse...

Tecno, trabalhando profissionalmente não, mas é força do hábito!

Diretas sempre

Tratando da natureza!

Tratando da natureza!